COMPARANDO OFICINAS COM ATIVIDADES PLUGADAS E DESPLUGADAS: COMO DESPERTAR O INTERESSE DOS ALUNOS EM SALA DE AULA?

Autores

  • Ana Carolina de Fraga Dorneles Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Osório
  • Anelise Lemke Kologeski Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
  • Aline Silva de Bona Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

Computação Plugada, Computação Desplugada, Oficinas Lúdicas, Pensamento Computacional, Programação Básica

Resumo

Esse relato aborda as experiências de duas oficinas para o ensino da lógica de programação básica, sendo a primeira delas voltada a atividades sem a utilização do computador (atividades desplugadas) e a segunda fazendo uso desse recurso (atividades plugadas). Essas oficinas foram oferecidas para alunos das séries finais do ensino fundamental da rede pública do litoral norte gaúcho, para apresentar os conceitos do pensamento computacional, incentivando a busca pelo aprendizado com uma metodologia lúdica. Outro propósito das oficinas consiste em divulgar a instituição de ensino IFRS para esses estudantes, muitos dos quais desconhecem os benefícios da rede federal, e que têm então a possibilidade de realizar a inscrição no processo seletivo para cursos técnicos integrados ao ensino médio, além de promover a oportunidade de inclusão digital para muitos participantes. Até então, no ano de 2022 já foram atendidos 43 estudantes, mas o projeto já atendeu mais de 450 participantes em anos anteriores, desde o ano de 2017. Os resultados obtidos em 2022 mostram uma melhora de 20% para 70% na quantidade de acertos das questões trabalhadas, e reforçam a necessidade do uso de recursos digitais, de forma adequada e lúdica, para despertar o interesse e a autonomia dos estudantes em relação aos conteúdos trabalhados.

Downloads

Publicado

2023-04-13

Como Citar

Dorneles, A. C. de F., Kologeski, A. L., & Bona, A. S. de. (2023). COMPARANDO OFICINAS COM ATIVIDADES PLUGADAS E DESPLUGADAS: COMO DESPERTAR O INTERESSE DOS ALUNOS EM SALA DE AULA?. Revista FundAção, 1, 38–49. Recuperado de https://revistafundacao.fsa.br/ojs/index.php/rfa/article/view/11

Edição

Seção

Relato de experiência extensionista